Pubicado em: ter, jan 13th, 2015

Podemos emagrece comendo chocolate?

chocolat

Muitas pessoas enxergam o chocolate como o vilão, talvez por ser calórico, como algo prejudicial à saúde, porém, pesquisas recentes mostram que ao consumir regularmente quantidades moderadas de chocolate pode ajudar a emagrecer.

Estudo feito na Universidade da Califórnia, San Diego, nos Estados Unidos, pesquisadores ainda confirmaram outros trabalhos que haviam sugerido que os antioxidantes presentes no alimento contribuem com outros benefícios à saúde, como a melhora da pressão arterial e do colesterol, as calorias presentes no chocolate podem ser ‘calorias neutras’, ou seja, pequenas quantidades do alimento podem beneficiar o metabolismo, reduzir o acúmulo de gordura no corpo e, assim, compensar as calorias que vêm junto com o doce.

A equipe analisou cerca de 1.000 homens e mulheres com idades entre 20 e 85 anos. Nenhum participante apresentava doenças cardiovasculares ou diabetes. Eles responderam a questionários sobre o consumo semanal de chocolate e outros hábitos alimentares. Em média, essas pessoas comiam chocolate duas vezes por semana e tinham sobrepeso, mas não eram obesos.

Os resultados revelaram que os participantes que comiam chocolate com mais frequência eram aqueles que consumiam mais calorias de maneira geral, incluindo mais gordura saturada, por exemplo, do que aqueles que quem ingeria menos o doce. No entanto, mesmo assim, essas pessoas tinham tendência a apresentar um índice de massa corporal menor.

Segundo os autores do estudo, esse menor peso corporal foi associado somente ao chocolate, e principalmente ao amargo, e não aos outros hábitos alimentares desses indivíduos. Além disso, o benefício do doce foi identificado mesmo levando em consideração se uma pessoa praticava ou não atividades físicas. Os pesquisadores não souberam, no entanto, definir de que maneira o chocolate age no organismo, mas acreditam que os antioxidantes presentes no alimento, além de ajudarem a manter pressão sanguínea e níveis de colesterol saudáveis, estejam ligados à redução do IMC.

 

Sobre o Autor

Richard Inácio da Luz